Forúm Audio Cinema em Casa

Alta Fidelidade, Video e música


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

O QUE EU PENSO DE... QUALIDADE DAS GRAVAÇÕES

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 O QUE EU PENSO DE... QUALIDADE DAS GRAVAÇÕES em Qua Jun 23, 2010 11:55 am

Volta e meia surge urgente um tópico novo sobre este tema. Ou então um antigo é recuperado para de, forma ainda mais contundente, zurzir na qualidade das gravações. Raramente são identificados os álbuns ditos mal gravados, mas a coisa funciona mais ou menos assim: quanto à música clássica uns não ouvem porque não gostam e logo não se preocupam que o sistema não a reproduza de forma capaz; outros ouvem porque gostam, mas como o que está em causa “é a música”, não se preocupam com o facto do sistema não ser capaz de a reproduzir de forma minimamente convincente, até porque tal é um desiderato perfeitamente utópico e, para que nem restem dúvidas, atiram-nos à cara com a 1ª fila da Gulbenkian (estranho no entanto que o Eng. Manuel Bernardes, crítico da Áudio, frequentador da 1ª fila da Gulbenkian, diga que por vezes tem de chegar a casa e ligar o sistema para lavar os ouvidos What a Face ; estranho que depois também se tecem críticas ferozes a alguns espaços de musica ao vivo). Quanto a pop rock, já passaram por essa fase (leia-se idade) por isso nem vale a pena falar porque é um género que já não cultivam, mas não deixam ter a certeza que o género sai prejudicado pelas péssimas gravações disponíveis. Vai daí que o jazz leve a preferência de tantos e uma quase unanimidade quanto à boa qualidade da maioria das produções.
No jazz encontram-se de facto algumas gravações fabulosas, capazes de fazer brilhar qualquer sistema, até porque pôr a tocar em nossa casa um trio ou um quarteto de jazz é muito mais fácil que uma orquestra inteira. Mesmo mais fácil que o mesmo numero de músicos a tocarem Pop / rock, com o equilíbrio a ser mais difícil de conseguir devido à presença das violas eléctricas e à importância e forte presença da bateria.
Bom, até certo ponto estamos de acordo. Da mesma maneira que estamos de acordo que um bom sistema capta a nossa atenção para a descoberta de outros tipos de musica e vai como tal sendo determinante na evolução do nosso gosto musical. Eu próprio comecei a gostar de jazz quando o sistema o trouxe até mim com outra beleza. A beleza própria dos diversos instrumentos, captados cada um na sua riqueza armónica, cada um a “escrever” a sua parte do texto musical. Vai daí começamos a comprar cada vez mais jazz e é jazz que oferecemos aos amigos que nos visitam. pirat O sistema brilha com algumas das boas gravações de jazz. Que som. sunny E já nem suportamos ouvir outros géneros musicais, tão más que são as gravações. Sabem uma coisa: já foi assim também comigo! E sabem de quem era a culpa? Do sistema claro! Por isso a opinião que aqui vos deixo é: se o v/ sistema toca muito bem algumas das boas gravações de jazz, mas torna-se agressivo / cansativo com pop/rock e uma autêntica grafonola com clássica, percebam que ainda têm muito por onde evoluir em termos de sistema.


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum